Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BoaProva Blog

Blog do Prof.Perdigão. Desde 2007, notícias do BoaProva e comentários sobre educação e outros temas de relevância.

Feliz 2010!

2009 foi um ano muito bom para mim e para o BoaProva.

 

A pilha de contratos deste ano é igual à da totalidade dos anos anteriores, desde 2003 até 2008. E esta é só uma boa prova, de muitas.

 

Mesmo trilhando um bom caminho, decidimos mudar.

 

Oferecer formação de primeira qualidade aos professores do Tocantins, por meio do sistema Universidade Aberta do Brasil, do governo federal, de forma gratuita.

 

Planejar o primeiro curso pré-vestibular especializado em exatas a funcionar a distância, para poder baixar os preços e conquistar os alunos mais dedicados de todas as classes.

 

Que estes nobres objetivos se concretizem, que façam diferença em 2010!

 

Se o novo ano for tão bom para todos nós quanto foi 2009 para o BoaProva e para mim, ficarei feliz demais!

 

Que o trabalho e o esforço honesto e competente de todos seja recompensado.

 

Saúde e sucesso para todas as pessoas de bem!

 

E que o BoaProva possa ajudar a muitos nessa caminhada.

 

Feliz 2010!

 

Mensagens de fim de ano

Natal

Gostaria de pedir desculpas aos alunos e ex-alunos por não ter, neste ano, enviado os tradicionais cartões natalinos.

 

Explico.

 

Os Correios, aqui no Tocantins, pelo que precisei, e pelo que conversei com pessoas daqui, não são tão confiáveis.

 

Só um fato: um Sedex postado no dia 4 de dezembro no interior de São Paulo chegou aqui no dia 12. O prazo prometido era de dois dias úteis.

 

Preferi não arriscar gastar dinheiro e tempo fabulosos comprando, escrevendo, selando, carimbando, endereçando, para, ao fim e ao cabo, o cartão se extraviar, como - outro fato - aconteceu com um cartão que a mim foi enviado.

 

Nada me impede, no entanto, de desejar excelentes festas a todos, e torcer para que 2010 seja um ano de prosperidade, felicidade, saúde e, claro, de muitas realizações.

 

É o que venho fazer, de coração, aos amigos, meus e do BoaProva.

 

Fuvest

Saiu a lista de aprovações para a segunda fase.

 

Quero dar os parabéns a alguns dos candidatos aprovados: Rodnei A.N., Catherine T., Semirames P.F., Lucio Flávio S.G., Eduardo G.R., Pedro R.V., Thaís M. e Cintia A.N.

 

A lista aumentará, assim que eu incluir ex-alunos de outros anos.

 

Meus sinceros parabéns aos aprovados e meu apoio e respeito àqueles que não conseguiram desta vez, na Fuvest (nada impede que consigam outras aprovações, estou seguro disso).

 

Cobranças

Faltam apenas duas. Repassei o caso para uma família amiga, de advogados. As pessoas, tive notícia, foram contatadas hoje. Estou na expectativa de termos tranquilidade e honradez nesses pagamentos, que não são tão altos assim.

 

O que faria o BoaProva fechar o terceiro ano consecutivo com inadimplência zero.

 

Nova página

Já está no ar a nossa nova página.

 

As pessoas que mandaram mensagens para nós e não receberam resposta brevemente as receberão.

 

Já explicitamos, na nova página, que não estamos à procura de professores neste momento. Portanto, este tipo de mensagem não será mais respondido a partir de agora. Até porque, se o professor não é capaz de ler e cumprir uma instrução expressa, não tem o perfil desejado por nós.

 

Convite

Deixei muitos amigos em São Carlos, assim como o BoaProva.

 

Faço, então, o convite a todos que queiram me rever - eu quero revê-los, também -, para que não deixem de ir à minha colação de grau em Licenciatura em Ciências Exatas.

 

Onde? No Auditório Novo do Instituto de Física de São Carlos.

 

Quando? Na segunda-feira próxima, dia 21 de dezembro de 2009, às 16h.

 

É completamente sem frescura e todos podem entrar.

 

Esclarecimentos sobre a crítica ao Enem

Quando eu disse que o Enem foi uma porcaria, eu me referia, por exemplo, ao fato de ele ter sido muito pesado para os alunos.

 

Continuo reconhecendo que o sistema estatístico que vem a reboque do Enem é excelente, uma evolução verdadeira.

 

Mas o fato de as questões selecionadas do banco de dados do Enem serem, estatisticamente, as melhores, não significa, necessariamente, que são pedagogicamente as melhores possíveis. Estão entre as melhores do banco elaborado, só isso.

 

E, principalmente, não quer dizer que são as que causam menos estresse aos candidatos. Porque, até agora, não se criou método para calcular isso.

 

Mas, todos com quem conversei, que fizeram a prova, sentiram que essa prova apresentada cansou demais, deu insegurança de não estar pegando a informação certa do enunciado... e isso eu ouvi até dos bons.

 

E todos criticaram o exíguo tempo para ler tanta coisa, marcar alternativa, passar gabarito a limpo, 90 questões em 270 minutos (menos tempo que na Fuvest, com questões mais longas...), no outro dia ainda enfiar uma redação direto na folha definitiva em uma hora, se é que tanto sobrou de tempo...

 

Só para comparar: a Fuvest 2010 ocupou 19 páginas para colocar 90 questões. O Enem 2009 precisou de 30 páginas no primeiro dia e 29 no segundo, sempre com 90 questões!

 

Além disso, os enunciados eram aborrecidos e pouco úteis.

 

Tiraram aquele caráter lúdico da prova.

 

E fazer o Enem era coisa que os alunos gostavam, em fins de agosto, porque era uma prova mais leve, eles iam bem, e isso dava mais segurança e motivação para os vestibulares de fim de ano.

 

Perdeu-se tudo isso.

 

Ganhou-se a necessidade de memorização, que antes era marginal. Agora, sem ter feito o ensino Médio no mesmo ano em que se faz o Enem, não dá para ir bem.

 

O candidato mais velho, que quer voltar a estudar, quer entrar na faculdade agora, esse sujeito não se sai bem no novo Enem sem cursinho, com essa nova prova decoreba.

 

E sabe por quê? Entre outras coisas já discutidas, também está o fato de que, na hora de montar o banco de questões, o Enem só pediu para alunos de 2º ano do EM e 1º ano de ensino Superior para testarem as provas. Não tinha, na amostra estatística preliminar, o sujeito que está há anos longe da escola.

 

O ministro Haddad declarou que os funcionários do Inep estavam "abalados" com o vazamento da prova. Só se for a alta cúpula, que confiou na segurança e inviolabilidade da tal gráfica. Os funcionários não tiveram nenhuma influência. Pois esta alta cúpula deveria se incomodar mais, a começar pelo ministro, com o fato de o Enem ter atingido os objetivos aos quais se propôs, mas de uma maneira que, definitivamente, dá vergonha.

 

P.S.: ao procurar a expressão usada pelo ministro, "abalados", acabei caindo num texto que simplesmente resume tudo o que eu venho criticando sobre o Enem desde abril, de forma sintética. É de um professor da UFRGS. Só que o acesso é só para quem assina Folha de S.Paulo ou UOL. Aí vai.

 

Não consegue contato telefônico? Siga o BoaProvaBlog!

Muitas pessoas têm tentado falar conosco pelo telefone, nesta que é uma semana tradicionalmente muito movimentada, por conta do fim da temporada dos vestibulares (e Enem) para quem não teve desempenho suficiente.

 

Estou atualizando a página do BoaProva, mas ainda não foi ao ar. Lá teremos todas as novas informações de contato.

 

O número DDD 11 que consta na página, 3869-7115, foi desativado no fim da semana passada.

 

A internet também é uma forma de contato, e os e-mails acumulados serão respondidos assim que as informações estejam disponíveis na nova página.

 

Para quem está procurando um curso presencial, segue o aviso: não haverá curso presencial, seja na Capital, seja em São Carlos, no primeiro semestre de 2010.

 

Ainda estamos estudando a possibilidade de oferecê-lo a distância.

 

Se isso acontecer, o curso será muito parecido com o que houve no 1º semestre de 2009:

 

- terá duração de um semestre;

 

- terá novas aulas disponibilizadas aos sábados pela web, com duração de 2h, 2h30;

 

- os alunos terão listas de exercícios para resolver e eliminarão as dúvidas pelo ambiente virtual de aprendizagem, o qual já está em fase de testes;

 

- o material didático impresso será o mesmo de 2009, com poucas alterações.

 

As diferenças:

 

- haverá um horário de chat semanal e, no mínimo, um encontro presencial na Capital paulista;

 

- pensamos na ideia de alunos de outras cidades também receberem um encontro presencial, desde que haja número suficiente de matrículas, a saber: São Carlos (SP), Salvador (BA), Brasília (DF), Palmas (TO).

 

- os alunos pagarão pouco, e apenas por aquilo que usufruírem. Assim, não haverá contrato, apenas a venda do acesso ao ambiente virtual e do material didático. Teremos a liberdade de encerrar o curso no meio, caso percebamos que o modelo não vingou.

 

Em resumo, 2010, se der tempo para implantar, será um ano de testes do EaD do BoaProva. Quem topar participar, se beneficiará de um curso que, presencial, sempre foi referência, modelo, exemplo de qualidade. O BoaProva sempre foi diferente, e quer levar isso para todo o Brasil, a distância. Mas, por ser um curso-teste, os valores a pagar serão baixos, para compensar os riscos de o curso ser encerrado no meio ou de os alunos não melhorarem o seu desempenho – o que também será motivo para encerramento.

 

Adiamos o presencial para o segundo semestre, na expectativa de que:

 

- encontremos outro professor à altura do que foi e é o BoaProva na capital paulista; ou

 

- possa haver o meu retorno do Tocantins para São Paulo nesse período.

 

Pensamos, também, em oferecer o presencial no Tocantins, mas eu tomei a decisão de não arriscar sem fazer uma análise de mercado, para não ficarmos no prejuízo.

 

Quanto às aulas particulares, logo decidiremos a política. A nova página do BoaProva trará as novas diretrizes. Por ora, também não estamos oferecendo.

 

Caso necessite de aulas particulares presenciais em São Carlos, ligue 16-3371-2142, das 14h às 20h. É possível que você consiga encontrar um professor, que, a propósito, não tem nenhuma relação com o BoaProva.

 

Enem, o desastre

A Unicamp anunciou nesta semana que vai tomar o resultado do Enem obrigatoriamente em seu processo seletivo de 2011.

 

Acho que, diante dos acontecimentos deste fim de semana, deveria repensar se deve se contaminar com os problemas – muitos deles naturais, é verdade – de uma prova nacional, realizada com milhões de estudantes.

 

Isso acaba quebrando a credibilidade da Comvest-Unicamp. Expõe o processo a questionamentos e a mudanças de regras desnecessárias, como se viu neste ano.

 

Além disso, muitos dos problemas do Enem não são naturais. Erro no gabarito? Absurdo! Inadmissível!

 

O vazamento da primeira prova também foi absurdo pela forma como ocorreu: amadores fizeram o "serviço" de rompimento do sigilo do exame.

 

A Unicamp é, reconhecidamente, uma universidade diferenciada e não precisa da chancela do Enem. Tampouco precisa colaborar para aumentar o nível de participação no Enem. O MEC que cuide disso.

 

E a Unicamp não deveria apoiar o Enem porque 180 questões e uma redação em apenas um fim de semana é absurdo, é desumano, e os candidatos mostraram isso. Obrigar uma pessoa a passar 10 horas de 30 no seu nível máximo de concentração e alerta, fazendo com que sua vida dependa disso? Cinco horas e meia sentado, sem poder sair, ou perderá tempo precioso de prova, porque destinaram somente uma hora para uma redação? Quem foi o burocrata que inventou isso?

 

Mas o pior não está aí.

 

O pior foi o ministro divulgar com ênfase hiperbólica que o Enem ia ser raciocínio, pura medição de competências, bem diferente dos vestibulares que vinha substituir.

 

Pois, nesse sentido, mais que em todos os outros: o Enem foi um lixo. Um desastre. Um retrocesso.

 

Que voltem (ou que fiquem) as provas inteligentes da UFF, da UFMG, da UFG, da UFRGS...

 

E que se dê o devido peso à prova sempre bem elaborada da Unicamp: 100%. Nada de Enem na Unicamp.

 

Os bons candidatos agradecerão.

 

Pela justiça da seleção.

 

E pelo fim de semana dedicado a coisas mais úteis e inteligentes!

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds